XXVIII Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Preto e Branco

Organizada pelo Fotoclube Foto Síntese do Amazonas

Jurados

Currículos dos fotógrafos

Nair Benedito

Fotógrafa paulista, formou-se em Rádio e Televisão pela Universidade de São Paulo em 1972, ano em que iniciou sua carreira de fotógrafa profissional trabalhando para a Alfa Comunicações.

Foi a primeira mulher a participar de manifestações na década de 1970, até então só feita por homens.

Em seu trabalho como fotografa, Nair Beneticto modificou com enorme sensibilidade a visão que se tinha das classes minoritárias, fotografando a cultura popular noturna, embrenhando-se em forrós populares, dissecando a posição de mulher.

Em 1979, funda a Agência F4 de Fotojornalismo, junto com Juca Martins Delfim Martins e Ricardo Malta. A F4 foi uma das primeiras agências do país.

Iniciando pelos índios e continuando pelos trabalhadores sem-terra, Nair Benedicto tem prosseguido seu trabalho progressista que permite uma nova visão da população brasileira, e, uma nova visão do fotojornalismo. Foi delegada pela Unicef, durante 1988 e 89, para registrar a situação da mulher e criança na América Latina.

Seus trabalhos foram publicados nas revistas: Veja, IstoÉ, Marie Claire, Claudia, Ícaro, Vaccance, Stern, Paris-Match, BBC-Ilustré, Zoom, NewsWeek, Time, GeoMagazinbe, SouthMagazine, Nuova Ecologia, Ecos, Science, Figaro Magazine.

Suas fotografias integram os acervos do MoMa, de Nova Iorque, do Smithsonian Institute, em Washington, do MAM/RJ e da Coleção Masp-Pirelli Realizou exposições em São Paulo, Rio de Janeiro e em outros países como França, Espanha, Cuba, Itália, Estados Unidos, Suíça, Equador e México.

Em 1991 desligou-se da F4 para fundar a N Imagens.

Fonte: Wikipédia

http://www.agenciaf4.com/fotografos/nair-benedicto/
http://www.funarte.gov.br/brasilmemoriadasartes/acervo/infoto/biografia-de-nair-benedicto/
http://veja.abril.com.br/blog/sobre-imagens/brasileiros/nair-benedicto/
http://povosindigenas.com/nair-benedicto/
http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=artistas_biografia&cd_verbete=2845&cd_item=1&cd_idioma=28555

Evandro Teixeira

Nascido em 1935, em Irajuba, interior da Bahia, Evandro Teixeira inicia a carreira, em 1957, como repórter fotográfico de O Diário da Noite e O Jornal (Diários Associados). Em 1963, vai para o Jornal do Brasil, onde ao longo de 47 anos, se tornou um dos principais fotojornalistas do mundo. Hoje, as fotos de Evandro compõem acervos de museus no Brasil e no exterior.

Com várias publicações lançadas, destaca-se, em 1983, o livro “Fotojornalismo” com acontecimentos nacionais e internacionais marcantes desde a década de 60. Em 1992, foi incluído no acervo da Biblioteca do Centro de Artes Georges Pompidou, Paris, França. Entre todas as suas participações em exposições individuais e coletivas, destaca-se a mostra dos 40 mais importantes fotógrafos do mundo, ao lado de Sebastião Salgado, Henri Cartier Bresson, Robert Capa e Marc Ribaud, na Galeria da Leica, em Nova lorque. O fotojornalista recebeu, entre outros, o Premio Especial da Unesco no Concurso Internacional “A Família”, em Tóquio, Japão (1993), e os Prêmios do Concurso Internacional da Nikon, Japão, 1991 e 1975 e da Sociedade Interamericana de Imprensa, em Miami, EUA com a lendária foto “A queda da moto”, que junto com a célebre imagem da “Passeata dos 100 mil”, tornaram-se símbolos do movimento estudantil contra a ditadura militar no Brasil, entre 1964 e 1968.

Em 1994, tem seu currículo incluído na Enciclopédia Suíça de Fotografia, onde estão registrados os maiores fotógrafos do mundo. Dez anos depois, Evandro teve sua vida e obra retratada em um documentário, exibido nacionalmente: “Evandro Teixeira: Instantâneos da Realidade”.

http://www.evandroteixeira.com.br/
http://www.evandroteixeira.com.br/personalidade/
http://www.funarte.gov.br/brasilmemoriadasartes/acervo/infoto/biografia-de-evandro-teixeira/
http://lounge.obviousmag.org/memorias_do_subsolo/2014/01/a-poesia-das-lentes-de-evandro-teixeira.html
http://www.itaucultural.org.br/aplicExternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=artistas_biografia&cd_verbete=1698&cd_item=3&cd_idioma=28555

Lula Sampaio

Luiz Carlos Frota Sampaio mais conhecido como LULA SAMPAIO Fotógrafo Profissional desde 1982. Em 1986 começou a fotografar a Amazônia em cromos 35mm e 6x6mm, e p&b dando início a montagem de seu Banco de Imagens, hoje com mais de 100 mil imagens,nos últimos 3 anos. No período de1986 a 1996 se dedicou bastante em fotos preto e branco em laboratórios e em sua residência. E foi então que fundou o Estúdio hoje chamado "+ Amazônia".

Em 2005 começou um trabalho sobre temas como: feiras livres; arquiteturas de emergências [montadas em lona em vários pontos da cidade]; invasões; praias [e com este tema foi selecionado pela curadoria para representar o Ano Brasil em Paris, em agosto de 2005].

De 1996 a 2008 sua exposições foram em espaços como:
TROPICAL HOTEL - "Paisagismo"
MAKSOUD PLAZZA SP - "Cotidiano p&b"
A CASA SP - "Escadarias, Arte Noveau"
AMAZONAS SHOPPING - "Charakapá"
AMAZONAS SHOPPING - "Pescadores"
RIO + 10, ÁFRICA DO SUL - "Paisagens"
PANGEA SP "Biodiversidade"
TROPICAL HOTEL, ONG MARIA BONITA - "Mulheres"
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA - "Trabalhadores"
JORNADA CRIATIVA - "Paricatuba"
CASACOR "Desmatamento"
AMAZÔNIA BR RJ "Sementes"
ESPAÇO BRASIL EM PARIS "Toldos"
GALERIA DO LARGO "Artes Visuais"
PALACIO DE JUSTIÇA "Artes Visuais"
EXPOSIÇÃO COLETIVA "Arte pela Amazônia" - Fundação Bienal de São
Paulo-Pavilhão Cicílio Matarazzo Março 2008

Publicaçôes
De 1989 a 2007 suas publicações foram:
I FOTONORTE
MAGAZINE A&D - "Flores"
II FOTONORTE; A&D ARQUITETURA - "Escadarias"
CASA& JARDIM; LIVRO - "Ceará A Civilização do Couro"
Livro Alma do norte sobre embarcações amazonas
95 anos construindo conhecimentos na Universidade Federal do Amazonas
Livro 50 anos do Festival Folclore.

Concursos
De 1996 a 2001 foram concursos como:
MANAUS/FUJIFILM - 1º lugar
PRÊMIO ESSO - "Quilombo"
BBAA, MENSÃO HONROSA - "Árvores Floridas"
MANAUS/FUJIFILM - 3º lugar

Juan Esteves

Juan Esteves , brasileiro, 51 anos.
Biografia  resumida

Tem obras nos acervos do Museu de Arte Moderna de São Paulo-MAM;  Museu de Arte de São Paulo - MASP; Musée de L'Elysée, Lausanne, Suíça; Instituto Moreira Salles -IMS; Pinacoteca do Estado de São Paulo; Museu de Arte Brasileira-MAB-FAAP; Enciclopédia de Artes Visuais Itaú Cultural;  Pinacoteca Benedicto Calixto - Santos, Museu de Fotografia da Cidade de Curitiba; Pinacoteca de São Bernardo do Campo-SP; Museu de Arte Contemporânea de Campinas-MACC; Banco BNDES, Rio de Janeiro; Banco Nossa Caixa-SP; Centro de Comunicação e Artes do Senac, SP e nas  coleções particulares Rubens Fernandes Junior, Joaquim Paiva e Paulo Galvão, entre outros.

Participou de diversas exposições no Museu de Arte de São Paulo - MASP; Museu de Arte Moderna de São Paulo- MAM; Museu da Imagem e do Som de São Paulo -MIS; Funarte, Rio de Janeiro; Usina do Gasômetro , Porto Alegre; Memorial de Curitiba; Museu de Arte Brasileira  da FAAP; Memorial da América Latina; Pinacoteca do Estado de São Paulo; Museu da Fotografia Cidade de Curitiba , entre outras em 24 individuais em 84 mostras coletivas.

No exterior, PS1 The Institute For Art and Urban Resources, New York,  Estados Unidos; Stedelijik Museum Het Domein, Sittard, Holanda; Aschembach Gallery , Amsterdam, Holanda ; Stadtiches Museum in der alten Post, Mulheim an der Ruhr, Alemanha; 

International Press Book Fair , Genéve, Suiça  ; Time & Style Gallery,Tokio , Japão; Point Efémére, Paris, França; Embaixada Brasileira, Asunción, Paraguay.

Publicou os livros "55 Portraits" Editora D 'Lippi, 2000, "São Paulo en mouvement " Editora Autrement, França em co-autoria com Anne Louyot (textos) , 2005  e "Presença" (retratos de artistas plásticos brasileiros) pela Editora Terceiro Nome-Fundação Stickel. 2006; publlicará em 2008 o livro "Vida de Fotógrafo" (perfis )  pela Editora SENAC,
Participa em mais de 100 livros no Brasil e exterior.

Foi fotógrafo  e editor de fotografia  da Folha de S.Paulo entre 1986 e 1994, onde também escreveu para o caderno Ilustrada. Tem fotos publicadas no Japão (Marie Claire, Tokyo Journal , Tokyo Classified, Jazznin ) Estados Unidos (Time e Newsweek), Espanha (El Paseante e Planeta Editorial ), Portugal (Vista Alegre),Alemanha (Stern), Dinamarca (The Politken), Inglaterra (Penguin Books)  Itália (Rizzoli Libri ), Tawain (Rive Gauche Publishing House) e na maioria das publicações brasileiras, como Veja, Isto É, Bravo!, Elle, Marie Claire.

http://juanesteves.com.br/
http://veja.abril.com.br/blog/sobre-imagens/brasileiros/juan-esteves/
http://paratyemfoco.com/convidados/juan-esteves/
http://olhave.com.br/blog/entrevistando-15/
http://madalenacei.com.br/profesor/juan-esteves/

Valdemir Cunha

Valdemir Cunha especializou-se em fotografia de meio ambiente, natureza e viagens. Trabalhou durante seis anos na Editora Abril, como editor de fotografia das revistas Os Caminhos da Terra e Viagem & Turismo. Viajou por mais de oitenta países, produzindo imagens para estas revistas e outros títulos da editora. De 2001 a 2009 foi editor executivo na Editora Peixes e coordenou o departamento de fotografia da empresa, além de ter acumulado o cargo de editor executivo da revista Os Caminhos da Terra.

Em 2006 começou a produzir livros, lançou Retratos do Brasil, uma coletânea de cenas brasileiras. Em 2007 Pantanal: O Último Éden;

em 2008, O Brasil Genial da Oficina de Agosto e Mãos Preciosas: O Artesanato do Ceará; em 2009, fotografou para Tietê: um rio de várias faces e A Paisagem e o Olhar.

Em 2010 Valdemir se volta para outro rio e lança Paraíba do Sul: um rio de histórias. Em 2011, com patrocínio do Banco Fator, lança Brasil Natural e em 2012, lança três livros, Viagem à Bahia de Jorge Amado, em comemoração aos 100 anos de nascimento do autor; Serra da Mantiqueira; e o projeto mais ousado tanto da Origem como de Valdemir, Brasil Invisível, com patrocínio da Mercedes-Benz do Brasil.

A Editora Origem foi criada em outubro de 2000 com o objetivo de viabilizar projetos ligados a temática brasileira - povo, cultura, geografia, culinária, etc - do fotógrafo Valdemir Cunha.

http://www.valdemircunha.com.br/
http://veja.abril.com.br/blog/sobre-imagens/natureza/valdemir-cunha/
http://www.editoraorigem.com.br/portfolio/?page_id=32
http://www.brasilnatural.net/
http://www.portaldosjornalistas.com.br/perfil.aspx?id=15043

Copyright