Palestra com como o repórter fotográfico Orlando Brito

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

{module[86]}

Data: 08 de março - sexta-feira – 19 h.

http://www.orlandobrito.com.br/

Orlando Brito, é um dos mais experientes repórteres fotográficos do país, ostenta no currículo quase 50 anos de cobertura dos governantes em Brasília, além do privilégio de ter clicado todos os presidentes da República, desde 1964.

Orlando Brito, nasceu em 8 de fevereiro de 1950, em Minas Gerais. Chegou a Brasília ainda menino, no início da construção da nova capital do Brasil, no finalzinho de 1956. Seu trabalho abrange os temas da política e da economia, questões sociais, da vida urbana e do interior, terras, índios, esportes e, enfim, todos os assuntos. Fez viagens por mais de 60 países, em coberturas presidenciais, papais e esportivas, copas do mundo e jogos olímpicos, etc.

Iniciou sua carreira de fotógrafo com apenas 15 anos de idade na sucursal brasiliense do jornal carioca Ultima Hora, de Samuel Wainer. De 1968 a 1982, trabalhou em O Globo. Depois, transferiu-se para a Veja, onde ficou por 16 anos e, em São Paulo, foi editor de fotografia da revista. Foi também editor de fotografia do Jornal do Brasil, no Rio, em 1988 e 1989. Atualmente dirige sua própria agência de notícias, a ObritoNews. Dá cursos, workshops para grupos em empresas e aulas em universidades, faculdades e escolas de comunicação e jornalismo.

Publicou cinco livros de fotografia: "Corpo e Alma" (2006); "Perfil do Poder"(1982); "Senhoras e Senhores" (1992); "Poder, Glória e Solidão"(2002) e "Iluminada Capital" (2003), além de estar publicado em mais de 50 outros, coletivos.

Ganhou o prêmio Word Press Photo do Museu Van Gogh, de Amsterdã, na Holanda, em 1979. Por onze vezes recebeu o Prêmio Abril de Fotografia, inclusive o de Hors-Concours. Mereceu a distinta Bolsa de Fotografia da Fundação Vitae, de São Paulo, em 1991. Prêmios de Aquisição da I Bienal de Fotografia do Museu de Arte de São Paulo – MASP e da Bienal Internacional de Fotografia de Curitiba. Tem fotografias no acervo de São Paulo – MASP; Museu de Arte Moderna – MAN, do Rio de Janeiro; o Instituto Moreira Salles; a Enciclopédia de Artes Visuais do Instituto Cultural Itaú.

Fez várias exposições individuais, inclusive "Um Sonho Intenso", apresentada no MASP, em São Paulo; no Museu da República, no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro; no Teatro Nacional de Brasília e em várias outras capitais brasileiras. Na sede Fiemg, em Belo Horizonte, bem como na galeria da Caixa, em Curitiba, apresentou "Fotografia é História". Participou de mais de 40 exibições coletivas no Brasil e no exterior: Londres, Nova Iorque, Paris, Tóquio, Lisboa, Madri, Basiléia, Buenos Aires, México e dentre outras.

Informações retiradas da publicação: "Corpo e Alma" de Orlando Brito, com o patrocínio da Caixa Econômica Federal.

Banner