Grupo Luminous de Fotografia

04/abril/2007

Palestra com o fotógrafo publicitário Roberto Guglielmo.


Foi passando treze anos trabalhando como guia na região do Araguaia que descobri que eu me identificava com a fotografia, mesmo sem saber técnica. Já em São Paulo, fiz cursos e pouco tempo depois estava trabalhando na revista “Quatro Rodas Turismo” fazendo matérias sobre o Brasil. Mais tarde entrei na área de publicidade, produzindo fotos em estúdio. Após 34 anos de trabalho profissional concluí que gosto mesmo é de fotografar as formas da natureza e flagrar imagens que contam uma história. Captar esses momentos é mais gratificante do que fabricar imagens mentirosas.






http://www.robertoguglielmo.com.br/

http://www.lost.art.br/contrastes.htm

“Patagônia” por Roberto Guglielmo na Galeria Paul Mitchell do Na Mata Café

Abertura 25 de Agosto, quarta-feira, 20h

O fotógrafo Roberto Guglielmo abre a exposição “América do Sul” no dia 23 de agosto de 2004, a partir das 20 horas, na Galeria Paul Mitchell do Na Mata Café.

Estarão expostas 20 fotos de uma viagem realizada entre o final de 2003 e início de 2004 pelo Sul da América Sul.
Guglielmo e sua namorada Lú Santos, também fotógrafa, viajaram em uma Quantum 95, por pouco mais de 30 dias, enfrentando estradas ruins e nevasca na cordilheira.
A volta foi pela linda região dos lagos, que inclui a cidade de Bariloche.

“O que mais me impressionou foram às geleiras de Glacial Perito Moreno. A península Valdez foi muito interessante com os 500.000 pingüins, lobos e leões marinhos”, relata Guglielmo.

O fotógrafo já pensa em lançar um livro com dicas de como fazer uma viagem como esta sem ter um carro 4X4. A idéia partiu de um relato de como ele fez para chegar ao Atacama, Peru, Bolívia, via Argentina e Pacífico com esse mesmo carro!

A PATAGONIA
por Roberto Guglielmo


Realizei esta viagem com minha namorada Lú Santos entre final de 2003 e Janeiro de 2004. Percorremos 14.000km em 33 dias. Saímos de São Paulo, capital, em direção ao Sul do país. Passamos por Curitiba, Santa Catarina, Porto Alegre até Argentina. No país a estrada até Buenos Aires é muita boa, especialmente nas proximidades da capital.

De lá pegamos a estrada número 3 com um longo caminho pela frente. Passamos por Baia Blanca, Viedma, San Antonio Oeste, e Puerto Madryn. Pouco antes desta última cidade se encontra a península Valdés, onde existe um parque ecológico muito bonito com pinguineiras e praias com lobos, elefantes marinhos e baleias.

Na cidade de Trelew fica um museu paleontológico maravilhoso. Passamos por Comodoro Rivadavia, San Juan, Rio Gallegos, e finalmente El Calafate (nome de uma fruta típica da região) cidade pequena não muito distante do Glacial Perito Moreno, simplesmente fantástico!