Fotoclubes

Fotoclubes

LOGO

Data da fundação: 10/JUNHO/2015

 

Foto PRESIDENTE
Diretoria:

Presidente: Albino Rodrigues do Nascimento Júnior - E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Diretor Tesoureiro: Frank Gilber Correia da Silva - E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Diretor de Fotografia: Alcides Barreto Neto - E-mail:barretinhoOoOo@gmail.com
Diretora de Eventos: Míriam Monteiro Lekakis do Nascimento - E-mail:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sobre o Fotoclube:

Apoiar e divulgar o desenvolvimento da arte fotográfica, disseminar conhecimentos sobre o assunto aos seus membros e à comunidade em geral, através de atividades culturais e educativas tais como cursos, seminários, palestras, exposições, publicações e tarefas afins.

 

ViladeSerpa-1858

Itacoatiara é  um município brasileiro do estado do Amazonas, Região Norte do país. Pertencente à Mesorregião do Centro Amazonense e microrregião de mesmo nome, localiza-se a leste de Manaus, capital do estado, distando desta cerca de 277 quilômetros. Considerado o maior pólo agropecuário da Região Norte do Brasil , a cidade vem ocupando uma relevante posição nacional, sendo considerada uma das mais dinâmicas do Brasil Ocupa uma área de 8 891,993 km²,[5] representando 0.5661 % do Estado, 0.2308 % da Região e 0.1047 % de todo o território brasileiro. Desse total 10,2412 km² estão em perímetro urbano. . Sua população, estimada pelo IBGE em 2015, era de 97 122 habitantes, sendo assim o terceiro maior do estado em população, e o maior de sua microrregião.

O município possui uma temperatura média anual mínima de 25 °C e de 34 °C como média máxima. Na vegetação do município predomina o bioma amazônico. 

A cidade é conhecida como Cidade da Pedra Pintada por possuir na entrada da área urbana uma pedra pintada com um escrito indígena do tupi ou nheengatu itá: pedra; e coatiara: (pintado, gravado, escrito, esculpido) que deu origem ao nome atual da cidade. Itacoatiara possui um importante porto fluvial, responsável por uma grande quantidade de transporte de cargas, sendo o segundo maior porto fluvial escoador do país, pois chegam diariamente cargas vindas de cidades como Belém, Cuiabá, Manaus e Santarém.

A vegetação, típica da região amazônica, é formada por florestas de várzea e de terra firme, tendo, ao seu redor, um relevo composto por lagos, ilhotes e uma pequena serra.

Fontes: 

http://frankchaves-ita.blogspot.com.br/p/patrimonio-cultural.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Itacoatiara

Data da fundação: 21/agosto/2015



Diretoria:
PRESIDENTE – Kleber Filhinho - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
DIRETOR DE FOTOGRAFIA – Anderson Rogério Guimarães - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
DIRETOR TESOUREIRO – Cindy Mikoda Kido - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

CONSELHO FISCAL
Rogério Leme - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
André Shiraga - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


OBJETIVOS E FINALIDADES


O Fotoclube REIS DO CLICK foi criado com o objetivo de reunir um grupo seleto de fotógrafos
da nossa cidade, comprometidos em trocar know-how e crescimento mútuo. Com a finalidade
de usar nossos conhecimentos e habilidades na profissão, para beneficiar nossa comunidade
através de workshops, palestras, exposições e trabalhos beneficientes.

 

HISTÓRIA E BELEZAS TURÍSTICAS DE PIRACICABA


Piracicaba - Em Tupi-Guarani: lugar onde o peixe pára.


Para o nosso povo: lugar ideal para se viver


Em 1766, o capitão-general de São Paulo, D. Luís Antônio de Souza Botelho Mourão,
encarregou Antônio Corrêa Barbosa de fundar uma povoação na foz do rio Piracicaba. No
entanto, o capitão povoador optou pelo local onde já se haviam fixados alguns posseiros e
onde habitavam os índios Paiaguás, à margem direita do salto, a 90 quilômetros da foz, no
lugar mais apropriado da região. A povoação seria ponto de apoio às embarcações que
desciam o rio Tiête e daria retaguarda ao abastecimento do forte de Iguatemi, fronteiriço do
território do Paraguai


Oficialmente, o povoado de Piracicaba, termo da Vila de Itu, foi fundado em 1o. de agosto de
1767, sob a invocação de Nossa Senhora dos Prazeres. Em 1774, a povoação constitui-se
freguesia, com uma população estimada em 230 habitantes, desvinculando-se de Itu em 21 de
junho.
Em 1784, Piracicaba foi transferida para a margem esquerda do rio, logo abaixo do salto, onde
os terrenos melhores favoreciam sua expansão. A fertilidade da terra atraiu muitos
fazendeiros, ocasionando a disputa de terras. Em 29 de novembro de 1821, Piracicaba foi
elevada à categoria de vila, tomando o nome de Vila Nova da Constituição, em homenagem à
promulgação da Constituição Portuguesa, ocorrida naquele ano.


A partir de 1836, houve um importante período de expansão. Não havia lote de terra
desocupado e predominavam as pequenas propriedades. Além da cultura do café, os campos
eram cobertos pelas plantações de arroz, feijão e milho, de algodão e fumo, mais pastagens
para criação de gado. Piracicaba era um respeitado centro abastecedor.


Em 24 de abril de 1856, Vila Nova da Constituição foi elevada à categoria de cidade. Em 1877,
por petição do então vereador Prudente de Moraes, mais tarde primeiro presidente civil do
Brasil, o nome da cidade foi oficialmente mudado para Piracicaba, "o mais certo, o correto e
como era conhecida popularmente".


Nossas belezas turísticas:
Engenho Central - Foi fundado em 1881 pelo barão Estevão Ribeiro de Rezende, com o
objetivo de substituir o trabalho escravo pelo assalariado e pela mecanização. Devido às
dificuldades de manutenção das máquinas importadas, o engenho foi vendido em 1899 à
Societé Sucrérie Brèsiliennes, transformando-se no mais importante do país, com uma
produção anual de 100 mil sacas de açúcar e três milhões de litros de álcool, incorporando-se a
outras seis usinas. Foi desativado em 1974 e reconhecido como patrimônio histórico.
Desapropriado pela Prefeitura, passou a ocupar importante espaço cultural, artístico e
recreativo. Sua área verde é de 80 mil metros quadrados e a área construída ocupa 12 mil
metros quadrados.


Parque da Rua do Porto - Um dos novos parques da cidade. Ocupa uma área verde de 200 mil
metros quadrados, com lago, pistas para exercícios físicos e parques infantis. É onde são
realizados campeonatos de pesca, balonismo, canoagem e shows artísticos. Concentra restaurantes e lanchonetes, constituindo ponto-de-encontro da população e turistas.

 

 
 01 DE OUTUBRO 2015 - QUINTA-FEIRA
 
 
Roger Hama Sassaki é fotojornalista em São Paulo.
Tornou-se fotógrafo oficial da casa de shows Bourbon Street Music Club (Moema, São Paulo-SP) onde vem registrando, desde o ano 2000, as grandes apresentações de artistas nacionais e internacionais. Tais registros são regularmente usados para publicações editoriais, divulgação e capas de álbuns dos próprios artistas. Este serviço de fotos para divulgação e artes gráficas para capas de álbuns se estendeu para fora dos palcos e atualmente incluí trabalhos executados para diversos artistas.
Em 2003, graduou-se bacharel em fotografia pelo Centro de Comunicação e Artes do Senac-SP apresentando um trabalho extenso e elogiado sobre a região do sertão mineiro, às margens do Rio São Francisco, enfocando o local e seus personagens. Desde então, ministra cursos avançados em fotografia nesta mesma unidade.
Atua regularmente também em trabalhos institucionais e em fotos de arquitetura.
Exposições Coletivas:
2004 – Sinestesias; Museu da Imagem e do Som (MIS); São Paulo, Brasil.
2008 – Exposição permanente do acervo do Bourbon Street Music Club; São Paulo, Brasil
2013 – Escrita Solar, revisitando Talbot e a Origem da Fotografia; São Paulo, Brasil.
Exposição Solo:
2006 – Projeções no Divan du Monde; Paris, França
2010 – Travessias; Fundec; Sorocaba, Brasil
2011 – Traversées: le chemin du fleuve et la piste des troupeaux; Universidade Soubonne Nouvelle; Paris, França
2011 – Mini-exposição Traversées: le chemin du fleuve et la piste des troupeaux; Café Unopio; Munique, Alemanha
2012 – Exposição de fotos do Sertão em Andrequicé-MG, Brasil
 



       

 

  06 de agosto – quinta-feira

 

http://www.colecaopirellimasp.art.br/autores/66

http://www.laparola.com.br/fotos-do-brasileiro-joao-farkas-estao-agora-em-um-dos-maiores-museus-de-fotografia-do-mundo

http://glamurama.uol.com.br/fotos-de-joao-farkas-estarao-em-importante-acervo-de-paris/

http://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/33224-joao-paulo-farkas

http://g1.globo.com/sao-paulo/blog/o-que-fazer-em-sao-paulo/post/mostra-de-joao-paulo-farkas-tem-fotos-que-integrarao-acervo-frances.html

http://www.bamboonet.com.br/posts/fotos-de-joao-farkas-mostram-amazonia

http://bamboonet.com.br/posts/o-fotografo-joao-farkas-narra-como-foi-o-reencontro-em-nova-york-com-milton-glaser-um-dos-designers-graficos-mais-importantes-do-mundo

http://jornalbrasil.com.br/noticia/obras-de-joao-farkas-passam-a-integrar-o-acervo-da-maison-europeenne-de-la-photographie.html

http://www.planetaamericalatina.com.br/artigo/joao-farkas-amazonas-ocupada

http://www.resumofotografico.com/2015/03/joao-paulo-farkas-doa-fotos-de-acervo-para-distrito-baiano.html

http://photos.com.br/fotografo-doa-50-imagens-de-seu-acervo/

Formou-se em Filosofia pela Universidade de São Paulo e continuou sua formação como fotógrafo em Nova York no ICP (International Center of Photography) e na School of Visual Arts. Ainda em Nova York trabalhou como correspondente fotográfico para revistas Veja e Isto É, e fez parte da equipe de reportagem da Rede Globo de Televisão. Foi Editor de Fotografia da Revista Isto É entre 1981 e 1985. Foi colaborador e teve trabalhos publicados em outros órgãos da imprensa brasileira e internacional, entre eles: Folha de São Paulo, Jornal do Brasil, Zoom, Business Week, Marie Claire, Bamboo, Estado de São Paulo, O Globo. Seu trabalho-documento “Retratos da Ocupação da Amazônia” recebeu a bolsa Vitae e o Prêmio Aberje em 1988. Seu trabalho “De Trancoso ao Espelho da Maravilha” foi objeto de publicação em 2 livros: “Museu Aberto do Descobrimento” e Nativos e Biribandos”.

João Paulo Farkas agora é um nome fixo no acervo do Maison Européenne de la Photographie, em Paris, um dos mais importantes museus de fotografia do mundo.

Exposições Individuais e Coletivas

2015

Amazônia ocupada. Curadoria Paulo Herkenhoff. SESC Bom Retiro, São Paulo, Brasil

2014

Histórias Mestiças. Instituto Tomie Ohtake, São Paulo – SP

2014

ÓRBITA – Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto – SP

1996
Primeira Bienal de Fotografia – Curitiba

1995
Coleção Masp Pirelli – Museu de Arte de São Paulo

1989
“De Trancoso ao Espelho da Maravilha”: Paço Imperial/ Galeria do Centro
Cultural Candido Mendes – Rio de Janeiro
“De Trancoso ao Espelho da Maravilha”: Galeria Fotoptica, São Paulo

1981
“Group Show” no ICP – International Center of Photography, NY

1979
“Horizontes” – Museu de Arte de São Paulo

coleções

ICP – International Center of Photography
MASP – Coleção Masp Pirelli
Instituto Figueiredo Ferraz

       


02 de julho de 2015 - quinta-feira.

 

 

 

 

 

 

 

 

Yogue Alencar

 

Yogue Alencar é fotógrafo freelancer, professor de fotografia e um homem de idéias. Trabalhou em projetos como diretor de fotografia, fotógrafo de casamentos, e hoje desenrola seu imaginário dedicando-se especialmente aos ensaios e retratos femininos, valorizando a imagem da mulher em seus trabalhos.

Clica para o Suicide Girls, tem seu projeto autoral Maison des Anges, ministra o Workshop A Arte do Nu por todo o Brasil, é co-criador do projeto 3por3 (http://facebook.com/3por3), onde três fotógrafos abordam as singularidades de três mulheres em um dia dedicado à fotografia e ao autoconhecimento, ministra a imersão fotográfica de dois dias Fotografia Sem Stress e viaja pelo projeto Jornada clicando pessoas em diversos lugares.

 

Veja mais de seu trabalho em 

http://maisondesanges.tumblr.com

http://www.yoguealencar.com.br/
https://vimeo.com/120323106
https://www.facebook.com/alencaryogue
http://www.yoguealencar.com.br/fotografia-sem-stress
https://500px.com/YogueAlencar

http://www.yoguealencar.com.br/artedonu

http://www.yoguealencar.com.br/workshops

https://www.youtube.com/user/yoguealencar

Sede: Rua 16 de março, 142 – sala 1-A - Petrópolis - RJ.
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Pagina 2 de 6
Copyright