Palestra com a fotojornalista gaúcha Alice Martins

Data: 3 de julho (quinta-feira) - 19:30 hrs

Fotojornalista gaúcha Alice Martins, de 33 anos, cobriu a guerra civil na Síria por um ano e dois meses. Foi uma das únicas três fotógrafas mulheres do mundo a documentar as áreas mais perigosas do conflito, tomada pelos opositores do ditador Bashar al-Assad. Na maior parte do tempo Alice trabalhou para a agência France Press. Também colaborou com The New York Times, Leica Fotographie International, Newsweek, Al Jazeera e outros veículos.

Bombardeios aéreos do governo contra civis, franco atiradores, crianças mortas e pessoas deixando as casas para não perderem as vidas já fazem parte da rotina dos sírios há mais de dois anos. Incomodada com a superficialidade das notícias sobre o conflito, Alice diz: "Está faltando humanidade na cobertura da guerra da Síria."

No final de 2013, após mais de um ano entrando e saindo do país ilegalmente e arriscando a vida para documentar o conflito, decidiu voltar para o Brasil para uma temporada em São Paulo, que já está chegando ao fim. Em breve ela voltará a cobrir a guerra.

http://globotv.globo.com/rede-globo/programa-do-jo/v/a-fotografa-alice-martins-conta-algumas-das-situacoes-de-risco-pelas-quais-passou/3284277/

http://www1.folha.uol.com.br/serafina/2014/03/1432163-fotografa-brasileira-que-cobriu-a-guerra-na-siria-hoje-quer-clicar-protestos-em-sp.shtml

http://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/23985-alice-martins#foto-377639

http://viajeaqui.abril.com.br/materias/guerra-civil-na-siria-alice-martins-no-pais-do-terror#6

http://www.portugues.rfi.fr/geral/20130909-fotografa-brasileira-relata-rotina-de-medo-e-morte-na-siria

Copyright